05 abril 2017

Síria: o ataque químico

Fica cada vez mais grave o resultado do ataque com gás na província síria de Idlib: o número de mortos já ultrapassou 72, incluindo 20 crianças e 17 mulheres.

De quem a responsabilidade? A seguir falaremos disso; agora vamos espreitar as reacções.

As reacções habituais

Óbvia a condenação de todos: EUA e europeus em primeiro lugar, todos contra o regime de Assad, que por sua vez nega qualquer responsabilidade. Convocada para hoje uma reunião urgente e inútil do Conselho de Segurança da ONU: objectivo é que as autoridades sírias cooperem com os especialistas internacionais, em particular para fornecer os planos de voo e todas as informações sobre as operações militares no momento do ataque.

Ninguém pede à ONU que faça algo para que os EUA forneçam os planos de voo e informação sobre as operações quando as armas forem Made in USA, e a ONU fica caladinha que nem um rato. Mas estes são pormenores.

Para o ministro britânico das Relações Exteriores, Boris Johnson, o massacre com armas químicas em Idlib exige uma investigação séria de responsabilidade por crimes de guerra, mas confirma que, em qualquer caso, aquele de Damasco é "um regime bárbaro e não podemos imaginar que continue a liderar o País". Não é claro o que tenha a ver uma coisa com a outra, mas o simpático Johnson é assim.

Voltando às inutilidades: sempre hoje termina em Bruxelas uma conferência internacional sobre a Síria. Os participantes (70 representantes de governos e organizações internacionais) comprometeram-se a pôr em prática a ajuda humanitária para aliviar o sofrimento do povo sírio, destroçado após seis anos de guerra. De acordo com as Nações Unidas, são precisos 8 bilhões para preparar o terreno à reconstrução. A conferência tem vários objectivos, mas nenhum deles é obrigar:
  • as Monarquias do Golfo a interromper o financiamento do Isis
  • todos os restantes Países a respeitar a soberania da Síria, incluindo o governo eleito pelos cidadãos.
Faltando isso, o que sobra é falar de esmolas para o povo sírio e nada mais.

E os culpados?

Mas afinal, quem lançou o ataque químico?
Ainda não se sabe. Mas é possível reflectir acerca do assunto.

Os gases podem ser espalhados por vários meios: aviões, granadas especiais ou, mais simplesmente, colocando sotavento os pulverizadores (técnica antiga esta, já da Primeira Guerra Mundial, mas sempre eficaz). Na coligação anti-Isis todos têm aviões: os sírios, é claro, mas também os russos, os turcos, os sauditas, os qataris e, obviamente, os ocidentais. Os rebeldes não, nada de aviões, nem para os "bons" nem para os "maus".

Mas para onde foram as armas terrestres de gaseificação desaparecidas em massa em 2011 do arsenais de Kadafi? Com alta probabilidade acabaram nas mãos dos rebeldes jihadistas que não pertencem ao Isis: sabemos com certeza que os grupos originados de Al Qaeda (Al Nusra antes, Jahbat Fatah al-Sham depois) têm, no mínimo, gás mostarda e sarin.

Então é possível voltar atrás e perguntar: cui prodest? Quem ganha com o ataque químico de ontem?
Assad e Putin visam destruir (com a participação esporádica dos EUA) todos os grupos jihadistas, agora concentrados na província de Idlib. Se o Isis perder essa área, praticamente o Estado Islâmico está acabado. As tropas russas e sírias continuam a avançar e têm a vitória no bolso: um ataque químico nesta altura, com todos os holofotes apontados para a pequena província síria, não é apenas um inútil massacre, é pura estupidez porque é óbvia a reacção internacional.

Os órgãos de comunicação social já atiraram a culpa por cima de Damasco, mesmo sem nenhuma prova: não é disso que Síria e Rússia precisam. Dito isso: Assad santo com certeza não é, pelo que tudo é possível, mas seria muito estranho se Moscovo autorizasse um ataque deste género.

Viceversa: e se alguém quisesse delegitimar a ofensiva russa-síria aos olhos do mundo, com qualquer meio? Quem pode ter interesse em fazer uma coisa destas?


Ipse dixit.

Fontes: BBC News, Global Research, Il Corriere della Sera

13 comentários:

  1. A informação livre e o acesso facilitado à mesma por parte dos cidadãos, faz cair por terra a estratégia militar da Inglaterra e dos seus aliados na República Árabe da Síria; as constantes derrotas e perdas de posições estratégicas infligidas pelo Exército Árabe Sírio com o auxílio da Federação da Rússia, aos grupos terroristas apoiados pelo regime inglês e os seus aliados através do suporte financeiro e militar dos Estados Unidos da América (EUA) e das monarquias do Golfo, poderá indicar o motivo por de trás deste bárbaro ataque realizado contra civis sírios e do qual ainda não se possuí uma investigação apurada e um relatório completo, por parte da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ), razão pela qual se deve aguardar pelas conclusões finais.

    Há algo que para mim é interessante assinalar e reflectir. Durante séculos a informação e os acontecimentos demoravam uma eternidade a chegar junto dos cidadãos, e quando chegava a mesma já vinha deturpada ou então o mal já estava feito com todas as consequências inerentes ao mesmo, não havendo nada a fazer, e assim se cometeram e legitimaram genocídios, mudanças de regime, e ingerências nos assuntos políticos, económicos, e sociais, de vários países na Europa e no Mundo ao longo da História até aos dias correntes.

    Porém, hoje é diferente, a Informação e Cultura já não estão totalmente reservadas ao opressor ou a um grupo, mas disponível para todo e qualquer cidadão, e os seus conteúdos circulam à velocidade do disparo de uma bala tornando-se letais para os interesses de quem oprime.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chaplin5.4.17

      Verdade, mas até por aí... Os cidadãos referidos, em sua grande maioria, além de altamente condicionados pelo eurocentrismo/imperialismo, não se empenham em buscar fontes alternativas/legítimas de informações. Assentados unicamente na mídia "mestre", são presas fáceis à todo tipo de manipulação.

      Eliminar
    2. Cabe a cada indivíduo guiar-se pela razão e aperfeiçoar-se como Ser-Humano, e aí está o ler muito e bem, o conhecer e vivenciar quando chega à fase adulta (a emancipação) para além da fronteira que lhe foi apresentada durante o seu processo de desenvolvimento.

      Pegando na afirmação de Miguel Unamuno:

      “O Fascismo combate-se lendo, e o Racismo viajando”

      Eliminar
    3. Chaplin6.4.17

      Concordo, mas temos que observar os processos de formação, desde a 1ª infância, desencadeados, impositivamente pelos "patronos" da informação, que chamam de educação, mas que na realidade trata-se de instrução/doutrinação, e reproduzidos entre gerações, com raríssimas exceções. Romper esses ciclos é o verdadeiro diferencial, a revolução mental interior, única possibilidade de tornar-nos menos escravos. Portanto, precisamos identificar nosso próprio fascismo/racismo, normalmente avistado distante, nos "outros"... Mas tudo isso é uma aventura hercúlea, que demanda disponibilidade, interesse, abnegação, energia, e principalmente um espírito que priorize o existencial...

      Eliminar
    4. Devo discordar de sua análise!
      Observe que o filtro imposto a todos é o mesmo de antes, só que anda a velocidade da mesma bala que alegas!
      Tanto é que todos aceitam agenda LGBT sem observar que alegar que ânus é orgão sexual é demente, sexo é reprodução e não é possível reproduzir em ânus, logo o que se faz no ânus é imundície e não sexo, mas a massa abjeta entendida como civilização (sobretudo ocidental) assina em baixo que existe "sexo anal", eles sequer percebem que em ânus só nasce EXCREMENTO e se é orgão sexual, gente e fezes são a mesma coisa!
      Só essa obviedade já desmonta sua alegação de forma absoluta, mas vou mostrar mais.
      Veja que ninguém percebe que a lógica das governanças é a mesma das máfias, se ganrante o caos e depois aparecem de bonzinho "botando órdem na casa"!
      A velha tática ação (gerar caos, injustiça, brutalidade, massacre de forma a colocar a todos sob o poder do medo, a mesma agenda de deus, todos devem ser tementes a deus), reação (o povo tentando se ajustar às desgraças buscando soluções), e "solução" (os mesmos agentes do caos se apresentam como os salvadores da pátria e naturalmente param de fazer barbaridades quando se "mobilizam" contra os bandidos, que presos ou mortos, são apenas os menos importantes da hierarquia bandida).
      Isso tudo está claro nos protocolos de sião, o livro que narra de forma tatibitati o modus operandi dos bandidos donos do mundo, os judeus.
      Quem precisa de crime é a polícia, ou ela perde serventia e menos dinheiro é "arrecadado" pelo estado e o emprego dos sicários de farda ou disfarçados e eliminado, e assim acaba-se a proteção forte dos bandidos contra os cidadãos!
      Só quem precisa de doentes são os mérdicos (eu não entro em um hospital há mais de 27 anos e remédio nem sei o que é essa desgraça, se os mérdicos ensinassem o que faço, eles MORRERIAM DE FOME!), se não existirem doentes eles somem do mapa na configuração defendida por eles!
      Médico recebe para manter saúde e não para "eliminar" doença, pois se não for assim, todo mérdico vai gerar mais doença pois é isso que enche o bolso dele de grana!
      Só quem precisa de injustiça é a máfia de justiça (juizes e OAB e caterva), pois se não fosse as injustiças esses larápios seriam percebidos o que são: salafrários hermenêuticos e dialéticos.
      Ninguém precisa estudar para ser juiz, basta ter saúde (saúde é ser forte e NUNCA ir a mérdicos) e vergonha na cara, mas garante-se o judiciário fora do escopo democrático do voto para se garantir os canalhas que são os juizes!
      Só quem se beneficia do caos é o ESTADO, sem caos, esses parasitas somem, pois não produzem, não geram divisas e tampouco beneficiam alguém além deles mesmos funcionários públicos.

      Quem são os estados??
      Os donos das armas, os empresários e suas agendas midiáticas.

      E para finalizar minha análise deixo o mais óbvio, só é permitido nas TVs as imundícies que passam porque é assim que se gera debeis mentais cafajestes!

      E o mais importante, a verdade tem sempre três versões no mínimo, a minha, a sua e o fato.
      Nada que é mostrado em qualquer mídia é fato, são apenas versões de verdades individuais que só beneficiam aos divulgadores dessas verdades.
      O único inimigo do ser humano é a própria ESTUPIDEZ!

      Eliminar
    5. Esqueci de colocar que o que faço para não precisar de farmáfias e mérdicos.
      Ser sobretudo frugivorista e crudivorista, NUNCA ingerir álcool, fazer respiração profunda e meditação.
      Com isso somos absolutos e os mérdicos são vistos como são: seres sádicos e degenerados!

      Eliminar
  2. Anónimo6.4.17

    Ví há pouco um video sobre este ataque e as imagens são fortes.
    A propósito, ví também uma entrevista ao Sheikh Imran Hosein em que ele refere precisamente a manipulação da informação que actualmente existe nos medio corporativos e as reacções que vão aparecendo por todo o lado, por parte das populações, contra esta manipulação. Cita a título de exemplo os EUA e a vitória de Trump.
    O homem está optimista e acredita que as populações estão começando a abrir os olhos. Mais optimista que eu, sem dúvida.

    Krowler

    ResponderEliminar
  3. Anónimo6.4.17

    Não acompanho o otimismo dos comentadores. A grande maioria não gosta e não quer ver suas certezas questionadas. Um exemplo claro é a questão Temer, quando confrontados com os absurdos cometidos pelo salafrário, aqueles que o guiaram a presidência vêm com o argumento de que ele também é obra petista. Não sabem, ou fingem não saber, que Temer foi indicado pelo seu partido nada tendo o PT com isso. Jamais se darão conta do sincronismo com tudo que foi feito na UE e a necessidade dos globalistas de estender o plano para estas bandas do planeta. Os espertalhões (Chaplin tem um nome melhor para eles) conduziram as massas e agora ninguém quer assumir que fez parte da manada que bateu panela. Pra eles o PT gerou tudo isso, quem sabe até a corrupção do Aécio. A verdade, quem se importa com ela? Tudo estava as claras, bastava observar o desenrolar dos acontecimentos na Europa. Principalmente. Mas a Central Globo de Putarias e demais putarias midiaticas encobriram acintosamente os acontecimentos europeus e norteamericanos e mesmo desconfiados uma parcela da população pôs fé na explanação dos comentaristas de bolso. Raros foram os que procuraram novas fontes de informação. Devem crer categoricamente que a lista de "sites subversivos" divulgados pelo governo Obama é coisa séria. Por falar em lista, Obama omitiu ii na dita.

    Expedito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mandou bem!!!
      Muito bem expedida essa sua colocação Expedito!! :D :D :D
      Ninguém nota a agenda de miscigenação imposta pela mídia, só aparece mulher branca sexuando com negro ou deoutra raça, de forma a faze-las achar bonito sexuar com outra raça, destruindo as raizes próprias e exterminando a própria raça, agenda JUDIA de hollywood e todas as mídias TODAS JUDIAS e não sionistas, como alguns querem fazer acreditar!
      Agora não sabem porque a massa estúpida europeia se arreganhou para os alienígenas como se tivessem tesão por sexo com personagens que NUNCA garantirão os cabelos lisos que tanto encantam a todos, e que será apenas sonho de verão graças ao sexo antenadão!
      Isso me lembra uma menina zona sul que sexuou com um jogador de futebol famoso na fossa brasilis e depois reclamou que o belo cabelo liso dela sequer arranhou o filhote, já reclamou de cara que o filhote tinha cabelo "ruin"!
      As antas não percebm que a mais espetacular dentição dos humanos, a dos negros nas colônias foi em decorrência exatamente da SELEÇÃO do reprodutor negro, pois se escolhia escravo pelos dentes e assim se garaniu um sorriso para a criolada de tirar o chapéu!
      Se não deixamos nossos animais de criação sexuar com viralatas ou pangarés, por que cergas d'água achariamos legal nossas filhas sexuarem com sem pedigrees?
      Cada raça tem que entender que o melhor dela é ELA MESMA e não a inveja das qualidades das outras raças!
      SE querem misturar negro com branco, índio com caucasiano, ou asiático com europeu, que o façam só com os melhores e se esses não mais existem, que se abstenham de sexuar para não reproduzirem arrependimento!
      A maior força de uma espécie são as raças que a compo~e e não a miscigenação!
      A prova maior do que falo é que a natureza separou as raças em função das idossincrasias dos seres e dos ambientes!
      Tudo agenda de deus e judeus de destruição da espécie humana.

      Eliminar
  4. Todos os dias, mais um engodo...Aqui no Brazil é simplesmente nojento ouvir o noticiário com a apresentadora quase às lágrimas, prantear a morte de criancinhas inocentes pelo ditador Assad. Sem o mais mínimo questionamento acerca das mil possibilidades, fica para as ovelhas midiatizadas a certeza do uso de armas químicas do ditador contra a própria população. já me falta estômago para tanto vômito.

    ResponderEliminar
  5. A propósito:

    "...Tomando a palavra, o Ministro do Negócios Estrangeiros (Relações Exteriores-br) Português, Augusto Santos Silva, salientou que a proposta ia contra o que havia sido decidido anteriormente. Os Europeus têm o dever moral, sublinhou ele, de prosseguir os seus esforços de protecção dos refugiados que fugiram da «ditadura sanguinária». Ora, mesmo libertada(liberada-br), Rakka não seria uma zona segura, por causa da presença do Exército Árabe Sírio que seria "pior que o Daesh".

    A escolha de Portugal pelos europeus para esta intervenção não é inocente. O antigo Primeiro-ministro Português, do qual Santos Silva foi ministro, António Guterres, é o antigo Alto Comissário para os Refugiados e actual Secretário-Geral da ONU. Ele já havia sido também Presidente da Internacional Socialista, uma organização totalmente controlada por Hillary Clinton e Madeleine Albright. Em resumo, ele é hoje em dia a nova fachada de Jeffrey Feltman na ONU e do clã belicista.

    Terceiro problema: libertar Rakka do Daesh (EI) muito bem, mas, segundo os Europeus, não para a restituir a Damasco. Daí a sobranceria Francesa.

    De imediato, se viu os jiadistas de Jobar atacar o centro da capital e os de Hama atacar as aldeias isoladas. Talvez se tarta-se de uma tentativa desesperada da parte deles de obter um prêmio de consolação em Astana ou em Genebra antes do fim da partida. Talvez se trate de uma estratégia coordenada por Londres com Paris..." - Thierry Meyssan, in "Rede Voltaire" (04ABR17)

    ResponderEliminar
  6. Anónimo7.4.17

    E enqunto Xi e Trump jantavam(ironia das ironias) lá iam 69 tomahawks. Aparenentemente com aviso prévio ao kremlin. Supostas armas químicas, no entanto imagens mostram recolha de corpos de pessoas recolhidos à mão(algo não bate certo).
    Em 2002 a justificativa foi as armas de destruição maciça que não passavam de esboços e bonecos para justificar que Hans Blix e Al Badahrei eram uns incompetentes, nada encontravam e realmente nada havia(óbvio)

    Econtravam-se na mente de C. Powell e a quem este fantoche respondia ou representava.
    E depois foi o que se viu e ainda dura e durará lá para o Iraque.
    Agora seguem-se os próximos capítulos da tresloucada novela Síria e finalmente Irão.
    Entretanto o senado recheado de neoconservadores aplaude, nada de novo.
    Algumas vozes acham estranho o que se passou e a resposta como ex-embaixador na Síria da terra do Trump à BBC e este é aparentemente racional:
    https://youtu.be/t6SnIvQKN1Y
    Ou o este muito mais conhecido:
    https://m.youtube.com/watch?v=LULzvg1gA5U

    Mas como o NY Times e a bbc América já sabia com antecedência:

    http://www.zerohedge.com/news/2017-04-06/chatter-syrian-airstrikes-soon-tonight
    Bônus:
    http://www.zerohedge.com/news/2017-04-06/soros-linked-undesirable-ngos-fund-isis-linked-refugee-boats-eu
    Bônus:
    http://disobedientmedia.com/ngo-fleet-bussing-migrants-into-the-eu-has-ties-to-george-soros-hillary-clinton-donors/
    N

    ResponderEliminar
  7. Quantum Binary Signals

    Professional trading signals delivered to your cell phone daily.

    Follow our signals today and gain up to 270% a day.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...